Seguidores

domingo, 31 de janeiro de 2010

História de uma Vida II

Tia Erna nasceu na Rússia, e veio para o Brasil junto com a família em 1927, durante a travessia de navio bordou esse avental maravilhoso.... isso foi entre 20.08.1927 até 04.10.1927.
Durante quase 50 anos, tia Erna trabalhou em São Paulo, cuidando de bebês de familias ricas, como enfermeira dos recém-nascidos (acompanhava a mãe antes do parto, cuidava da roupa do bebê e depois ficava cuidando do nenê até o terceiro mês), era considerada como uma pessoa da família e até o final de vida manteve contato com algumas dessas pessoas. Também tenho dessa época guardada as colherzinhas de prata, que usava para dar os remédios para os pequeninos.

Mais ou menos na década de 1980, ela me chamou e contou a história desse avental e me deu de presente, pois sabia que eu ia guardar com carinho.... nessa época nem sonhava em ter uma escola de bordado.... mas Deus já estava preparando o caminho....

Minha tia tinha muitos bordados da minha avô e da tia Olga, e esses bordados ficaram também para minha irmã Lolita, que cuidou com carinho, e hoje ela cedeu alguns para colocar aqui na Escola. Com certeza minha irmã me ajudou e ajuda muito para manter esse espaço tão especial.

Agradeço a Deus, por nos ter escolhido para falar ao mundo sobre um pouco do bordado no Brasil em pleno século XXI, e hoje sinto que através das poucas palavras escritas... as pessoas que visitam minha página também foram tocadas a também a estudar o bordado e a compartilhar conhecimentos e histórias.



3 comentários:

Maria Filomena disse...

Lee,
que história, isso mesmo,
Historia com h,
mais linda.....
continue a nos mostrar e contar
essas história....
beijos de Filó

Mammka disse...

Lee,
Como belo e móvel esta história!
O avental é belo na armação! Muito boa idéia!

rosana disse...

cada pedacinho que leio me emociona, as mulheres da sua familia são realmente maravilhosas, e não há dinheiro que pague trabalhos tão lindos, e que bom que vc. nos conta sua historia, gosto muito de conhecer, eu sou de familia italiana, mas infelizmente todos se foram , e naõ consigo recuperar a historia de minha origem, trago muito arrependimento pelo tempo perdido que não volta mais, por isso me emociono ao conhecer sua historia , vc. está se tornando um exemplo pra que outras pessoas façam o mesmo, parabens e obrigada por dividir sua vida com a gente.