Seguidores

quinta-feira, 29 de agosto de 2013

Projeto Social Algaroba da Escola de Bordado Lee Albrecht




O que é Algaroba?

“Algaroba é uma arvore de origem Africana e que se adaptou muito bem ao clima e ao estilo da terra da Caatinga.

Suas flores são muito apreciadas pelos insetos, em particular pelas abelhas....  As árvores adultas podem ir de 10 a 20 metros... a madeira é boa para lenha e não exige muita água, cresce em terrenos salobros....”




Como nasceu o projeto Algaroba?


O projeto Algaroba só foi possível, pois a internet nos leva a mundos nunca conhecidos.... e são duas histórias bem parecidas.


- Abri  a Escola de Bordado Lee Albrecht  na cidade de Campinas em 2005, mas meu sonho era alcançar vôos  altos.... não pelo que ela poderia me proporcionar com bens materiais e financeiros..... mas queria mostrar o meu bordado pelo mundo.


Foram anos de guerras, lutas e batalhas... pois resgatar o Bordado com Arte era muito difícil... mas ano após ano, a escola foi tomando um rumo e fomos ao longo dos últimos anos... conquistando os espaços cada vez mais distante da terra.... Russia, Japão, Polynesia Francesa, Portugal e tantos outros países. 


Em 2011 através da internet   implantamos o “Intercâmbio Internacional do Bordado Lee Albrecht”



- Gorete nascida no interior de Pernambuco na cidade de Altino sonhava algo melhor para a sua vida...


 mas como conquistar novos mundos... no Agreste  Pernambucano ... onde ainda existe  “machismo”, onde a mulher é submissa, e onde são poucas as pessoas que “ousam” sonhar....
 nascida pobre, seu maior “bem” a vontade de ser alguém...
 esforçou-se muito... conquistou um Diploma de Psicologia....
e conseguiu comprar um Notebook para terminar o seu TCC
 e com ele ficar “conectada” com o mundo....
mas como exercer sua profissão... em terra onde as pessoas precisam de dinheiro para sobreviver.... desempregada por anos,  foi se fechando, tornando triste e seu sorriso foi se apagando.... mas o BORDADO a levou a um novo mundo... me encontrou no facebook.... 
começamos a conversar até que decidi enviar meu Curso a Distância de Hardanger como presente...um novo mundo se abriu...
 e eu me deparei com uma pessoa organizada, delicada...caprichosa



Muitas vezes escrevia, quero fazer esse bordado sentindo a alma... e o bordado começou a trazer novamente o seu sorriso...


Mas algumas vezes escrevia: essa semana não bordei .. tudo  está um caos....e eu não conseguia entender... 

 desejava  mandar um novo curso...
  mas  para isso precisava saber um pouco mais de sua história....


Até que no domingo, apesar da forte gripe, febre... conversamos  por alguns minutos  e tive a coragem de fazer algumas  perguntas...

 e  eu que já passei tantas dificuldades... e  que sempre lutei para superar todas.... o  coração não ficou tranqüilo.... não  dormi...


Perguntei, mas você não consegue a sombra de uma árvore para bordar?  

 Como se isso fosse suficiente... e  eu sabia que a sombra de uma árvore..  não  daria condições de bordar.... bordar  é mais que pegar tecido, linha e agulha.... bordar  é postura, é alegria, é confiança, é a esperança de um mundo melhor...


Deitada e o coração  amargurado ..  não  consegui dormir....já era segunda-feira 3 horas da  manhã....uma inspiração.... como  em um sonho:


Claro deve haver nessa pequena cidade do interior de Pernambuco...  alguém que queira alugar um quartinho com janelas e claridade....
  uma mesa...  uma cadeira... e tecido, linhas e agulhas...agora sim o Bordar seria possível...



Levantei-me, mesmo estando doente e sabendo que a semana começaria com muito serviço....
 fui ao computador e escrevi para que ela começasse a procurar esse lugar...
não sei como, mas vamos montar “um ateliê” para a Gorete...
 vamos fazer uma experiência até o final de dezembro..
 e 2014 é um novo ano....
eu só preciso “ensinar” ela a bordar... depois tudo será uma consequência.... mas eu preciso “ensinar”.


Gorete saiu a busca de um lugar, e eu estava  junta na mesma sintonia.. andei  por caminhos nunca imagináveis..,
 mas a terça-feira passou, a quarta-feira passou e na manhã dessa quinta-feira apreensiva pedi a ela que saísse novamente a procura...e essas foram suas palavras hoje:


Ah, percorri três bairros inteiros, na volta para casa peguei um atalho e os olhos já cheios de lágrimas passei pelo Centro Social...  olhando  as flores do jardim de lá, cansada... aí eu disse: meu Deus! 
- olhei para cima e vi a janela do quarto  (esse da foto) aberta.

  Entrei!  
 Olhei várias salas, mas acho que essa é a melhor. 



 E só estão alugando para mim porque me disseram sabe o quê? 
Que eu sou responsável, iluminada e que ficam felizes por estarem me ajudando nesse início de trabalho


Não percorri esse mundo sozinha...
 a Valéria M Lemos do Rio  ajuntou-se a mim...  eu precisava repartir isso com alguém...
 e  foi nela que senti a confiança....


 logo  em seguida...foi com a Filomena 


  e assim...
 Eu, Gorete, Valéria Massarotti de Lemos   e Filomena Reis... começamos a nos apoiar uma na outra e nos tornamos as “amigas do bordado”, tenho certeza que outras irão se  ajuntar a nós...

 e eu queria dar um nome a esse projeto... a Valéria me disse – o nome de uma flor do Agreste Pernambucano.... e de repente eu perguntei Gorete que árvores são essas que se vê da janela:  são Algarobas .







Quais os planos do Projeto Algaroba?


Os planos iniciais do projeto Algaroba é montar um pequeno ateliê no Agreste  Pernambucano, e através dele dar condições a Gorete profissionalizar-se no Bordado...  
 em seguida tornar um dos braços da Escola de Bordado Lee Albrecht...
 Hoje a distância se torna pequena através da internet e através dos correios.


Quando iniciei a Escola de Bordado não imaginava os rumos que ela tomaria foram tantos erros... mas são través dos erros que  corrigimos e acertamos....

 Hoje a escola possui uma infinidade de desenhos criados...  esperando  o momento de serem Bordados.... mas os anos passam... e  chegamos a conclusão que precisaríamos uma vida inteira para bordá-los.

 E Deus tem colocado pessoas especiais para me ajudar...
 Emily, Luciana, Maria Amélia, Silvia...e agora a Gorete chegando a nossa Equipe!



Que Deus abençoe o coração de todos, em especial ao carinho de sempre da Valéria M Lemos e da Filomena Reis de Portugal.



Hoje de manhã eu li:

“Dediquem-se à oração, estejam alerta e sejam agradecidos” Colossenses 4.2-6


6 comentários:

Ana Ponto Cruz e Decoupage disse...

Parabéns e muito sucesso !!! Bjs

Filomena Crochet disse...

LEE,
estou emocionada...
meus olhos marejados....
Que Deus nos acompanhe...ilumine essa nossa estrada em conjunto com a Gorete...

beijos de Maria Filomena para todas

Marilia Baunilha e Patch disse...

Lee querida,

Cheguei às lágrimas com o seu relato.
Que coisa linda! Que maravilha de ação, que desprendimento, que doação! Você é mesmo uma pessoa iluminada e guiada por Deus! Fiquei impressionada com tudo, com a história da Gorete, com o nome que você deu ao projeto, com os objetivos, com as ações que você está implementando, com sua dedicação e doação, principalmente.
Tudo muito lindo e digno! Parabéns e que Deus te abençoe sempre, guie seus passos e ações.

Com muito carinho e imensa admiração,

Eneida

Aline Michele disse...

Fiquei muito feliz ao ler isso! Esse projeto será grandioso :)

Glecimar disse...

Que lindo projeto! Estou enviando energias positivas para que tudo se desenvolva muito bem! Parabéns!
Parece coincidência, mas até ontem eu nunca tinha ouvido falar em alfarroba. Ontem, na padaria, procurando por pães integrais, tinha dois de alfarroba, um com chocolate e outro com frutas secas. Preferi o segundo... E mais uma vez vemos como estamos todos conectados!

Regina Helena disse...

Parabéns Lee pela iniciativa de tão lindo projeto que, com certeza, é abençoado por DEUS e dará muitos frutos e flores de Algaroba, bj